quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Como escolher a cor exata da sua base – Parte 2

Agora que você entendeu como funcionam as cores, tonalidades de base e sabe qual é o seu tom de pele, vamos para a parte prática: - como eu sei que a cor que escolhi está correta?!


Acho que esta é uma das principais perguntas que me fazem durante os cursos de automaquiagem e também acho que é a parte mais ‘traumática’ pra quem quer se maquiar, pois muitas de vocês já devem ter visto, principalmente em festas, algumas mulheres maquiadas, com o rosto super branco que quando você olha de longe parece que o corpo não pertence ao mesmo rosto rs... ou então com aspecto de cara de boneca, meio rosa,  pálido ou super artificial, empastado.

Bom, vamos lá! Faz de conta que você chegou na loja pronta pra comprar sua base:
•    Observa qual está mais próximo ao tom da sua pele (classificação: claro/médio/escuro)
•    Por exemplo: é o médio. Entre as bases com a classificação: média; veja o fundo da coloração: bege (neutro), rosado, amarelado.
•    Para ter certeza que a cor escolhida está correta, passe um pouco da base bem na região do maxilar, se a cor sumir, ou você quase não notá-la, pronto! Você acertou! Sim, pois a base não deve notada!
•    Ou então surgiu à dúvida entre duas ou mais cores... e agora?! - Pegue as duas ou três cores que você está com dúvida, aplique novamente bem próximo ao maxilar, um traço ao lado do outro e compare, as cores que estiverem mais evidentes, descarte; pois a base deve sumir na pele, tem que ter o tom exato ou o mais próximo possível da cor da pele. No caso desta foto, a cor ideal seria a do meio, pois a cor esquerda (próxima da boca) está muito clara e a direita muito escura, lembrando mais uma vez que a cor não deve se destacar e sim sumir na pele.
•    Se você ainda estiver com dúvida, espalhe um pouco mais cada base, dando leves batidinhas, compare com a cor do pescoço, a cor que mais se aproximar do pescoço é a ideal.
•    Se você ainda estiver com dúvida, aguarde uns 10minutos. É o tempo suficiente para a pele absorver a base e a coloração oxidar, mudando levemente a coloração e observe a uma distância em que possa ver o pescoço (estique o braço em frente ao espelho, esta é a distância ideal).
•    Tenha sempre o maxilar e o pescoço como referência na hora de escolher a cor, para evitar o look “esta cabeça não pertence a este cor”; “tive insolação”; “cara pálida”...

Repare e comprove:



Olhando somente para o rosto, não dá pra notar nada demais em relação a cor, mas repare em cada foto em relação ao pescoço.

A cor da base não tem que necessariamente estar relacionada com a cor do pescoço, como disse anteriormente, é apenas uma forma de se certificar sobre a cor escolhida, lembrando que é super normal pessoas com uma coloração no rosto, totalmente diferente do pescoço, até porque, tem gente que se bronzeia, toma sol e protege o rosto.

A base é importante na maquiagem, mas no resultado final ela deve se dissipar no rosto, o que tem que aparecer é uma pele lisa, uniforme, com brilho saudável, sem manchas, o mais natural possível!


Aguardem os próximos ‘posts’ pois falarei sobre tipos diferentes de base, o que é melhor para cada tipo de pele, aplicação...

Um comentário:

  1. Oi Sayuri!!!! Saudades de vc!
    Bjos
    Gi

    *Já sou sua seguidora!

    ResponderExcluir